AQUI A VERDADE!

AQUI A VERDADE!

Sandro Dálio

Minha foto
São Manuel, São Paulo, Brazil
Radialista há 32 anos. Jornalista MTB 37.152 - Proprietário do Porão Stúdios - Foi Radialista na Rádio Clube de São Manuel e na Rádio Nova São Manuel - Apresenta atualmente o 'Passando a Limpo' na Integração FM de São Manuel - Graduado em Marketing - Foi Ouvidor do Município de São Manuel - As matérias assinadas são de responsabilidade de seus autores.

VEM AÍ... A TRADICIONAL "NOITE TROPICAL" DO RECREATIVO SÃO MANUEL!!!

VEM AÍ... A TRADICIONAL "NOITE TROPICAL" DO RECREATIVO SÃO MANUEL!!!

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

VICTÓRIA, DE 08 ANOS, NÃO RESISTIU E FALECEU... ela tinha leucemia e aguardava transplante de medula...



Nesta terça-feira, a família e amigos da pequena Victoria Gabriela Nunes Olindo, de 8 anos, amanheceram com uma imensa tristeza. Lutando contra uma leucemia, Victória não resistiu e morreu na UTI do Hospital das Clínicas de Botucatu, onde estava internada por conta de uma pneumonia. Ela aguardava uma chance de receber transplante de medula de um doador compatível, que poderia curá-la.

“Agradecemos a todos que nos ajudaram nessa batalha, mas infelizmente a Victoria não resistiu e foi morar com o papai do céu. Obrigada Vi por ter nos proporcionado nesses 8 anos a sua alegria, força, coragem, você foi um anjo guerreiro nessa terra, nos ensinou que por mais que tivéssemos problemas, não deveríamos murmurar, mas se alegrar. Hoje o nosso anjo foi morar ao lado do nosso Deus, que ele te receba de braços abertos, te amaremos eternamente Victoria!”, disse a mãe da criança na página pessoal da pequena no facebook.

“É difícil acreditar, está difícil aceitar, meu coração está partido, dói de saber que você não estará mais conosco meu anjo. Te amarei eternamente, obrigada por tudo que você nos proporcionou. Que Deus conforte o coração de toda família, estamos sem chão, mas Deus é o nosso consolador, hoje ela está nos braços do pai”, disse Patrícia Andrade, que realizou uma campanha para conseguir ajuda à família.

Patrícia disse ao Acontece que a família precisa agora de ajuda para custear o funeral. “Eles vão precisar de ajuda financeira para o enterro. Irá ficar em R$ 1.200,00 o terreno  e R$ 1.30000 o velório. Eles não tem condições, irão precisar de ajuda financeira”, explicou.

Quem puder ajudar entre em contato com o telefone (14) 99783-7645

O velório será realizado no Complexo Funerário Orlando Panhozi e o enterro está marcado para as 8h30 desta quarta-feira, dia 14, no cemitério Jardim.


Relembre o caso




Os primeiros sintomas da doença foram descobertos pela família em março de 2014 e desde então a garotinha vem enfrentando a situação com uma força invejável.

Depois de 2 anos de tratamento, em abril de 2016, Victoria ganhou um alívio momentâneo ao se livrar dos pesados tratamentos com medicamentos e também sessões de quimioterapia. Ela estava bem, frequentando o segundo ano no Projeto Madre Marina Videmari, na Vila Real, onde mora com a mãe, dois irmãos e a avó, mas há pouco mais de uma semana, o pesadelo dela e de toda família voltou.

“Ela começou a se sentir mal nas últimas semanas, apareceram manchas pelo corpo, daí corremos no hospital. Ela fez vários exames e foi constatado que a leucemia tinha voltado”, contou Amanda Nunes, mãe de Victoria.

Victoria Gabriela teve que interromper a vida em conjunto com os coleguinhas da escola para lutar novamente pela vida. Mesmo diante do maior desafio de sua curta existência e esgotada fisicamente de suas pequenas forças de criança, ela ainda brincou com a reportagem do Acontece Botucatu.

“Olha, eu estou assim por causa de uma injeção que tomei”, disse Victoria que procurava com muito esforço sorrir a cada foto.



Paciente da Oncologia Pediátrica do HC de Botucatu, a menina passou a última semana internada. Mas os remédios e as torturantes sessões de quimioterapia para uma criança de apenas 7 anos são apenas medidas paliativas, pois, a pequena Victoria precisa mesmo, e de forma urgente, é de um doador de medula óssea. A grande dificuldade é encontrar um doador compatível. “A gente ouviu falar que a chance de encontrar um doador compatível, é um em mil pessoas, mas nós temos fé que vamos achar”, disse a avó da Victória, durante visita da equipe do Acontece na casa onde elas moram.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não tema! Diga sua verdade... No final, é sempre ela que prevalece!!!

AS POSTAGENS MAIS ACESSADAS!!! PARA LER QUALQUER UMA DELAS, BASTA CLICAR NA MANCHETE DA NOTÍCIA!

Arquivo do blog

ATENÇÃO!

As matérias assinadas são de total responsabilidade de seus autores.