AQUI A VERDADE!

AQUI A VERDADE!

Sandro Dálio

Minha foto
São Manuel, São Paulo, Brazil
Radialista há 32 anos. Jornalista MTB 37.152 - Proprietário do Porão Stúdios - Foi Radialista na Rádio Clube de São Manuel e na Rádio Nova São Manuel - Apresenta atualmente o 'Passando a Limpo' na Integração FM de São Manuel - Graduado em Marketing - Foi Ouvidor do Município de São Manuel - As matérias assinadas são de responsabilidade de seus autores.

VEM AÍ... A TRADICIONAL "NOITE TROPICAL" DO RECREATIVO SÃO MANUEL!!!

VEM AÍ... A TRADICIONAL "NOITE TROPICAL" DO RECREATIVO SÃO MANUEL!!!

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS: QUAL ATENÇÃO QUE TERÃO NA ADMINISTRAÇÃO DE RICARDO SALARO E MAJOR RUBIN? Acabarão as perseguições políticas? E o vale-alimentação, as horas extras? ASSISTA!!!



ASSISTA AO VÍDEO E VEJA COMO OS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS SERÃO TRATADOS NA NOVA ADMINISTRAÇÃO DE SÃO MANUEL


SUPERMERCADO CONFIANÇA NÃO ESTÁ ACEITANDO CURRÍCULOS!!!



A Rede Confiança divulgou nesta quarta-feira, dia 26, que não está recebendo ou cadastrando currículo em seu site, muito menos contratando profissionais.

A informação veio através de um comunicado oficial da empresa.

Nos últimos dias circularam boatos pela internet de que a rede estaria selecionando profissionais para a unidade em Botucatu.

O Confiança está em estágio avançado de construção de sua unidade em Botucatu na Vila Paulista.


Confira a nota oficial:

 “Informamos que a rede Confiança Supermercados, como já foi noticiado pelos veículos de comunicação, abrirá uma nova loja na cidade de Botucatu. A apresentação oficial foi realizada no dia 23 de outubro de 2015.  Porém, estão circulando informações desencontradas sobre entrega e cadastro de currículos, contratações e seleções de candidatos. A rede não está recebendo ou cadastrando currículos em seu site, nem tão pouco selecionando ou contratando profissionais. O Confiança irá divulgar no momento oportuno, como e onde encaminhar os currículos, com ampla divulgação pela mídia, para que o processo de seleção seja organizado com total respeito e qualidade de atendimento a todos os candidatos. Os cadastros de currículos pelo site da empresa são somente para as unidades de Bauru, Marília, Pederneiras e Jaú. Gostaríamos de externar nosso profundo agradecimento pela compreensão”, diz a nota.
 

IRIZAR DEVE CONTINUAR COM JORNADA E SALÁRIOS REDUZIDOS!!!




A Irizar do Brasil, com unidade em Botucatu, na rodovia Marechal Rondon, deve continuar com a redução na jornada de trabalho e salários. A afirmação foi feita nesta quarta-feira, dia 26, por Mikel Encenarro, diretor geral da Irizar Brasil.

Há três meses, funcionários da empresa votaram favoráveis pela redução de 25% na jornada de trabalho e salários. A medida é vista como a única forma de manutenção dos empregos.

Em conversa com o Acontece Botucatu, o diretor geral da Irizar Brasil disse que proposta de renovação da redução será por mais 3 meses. “A Irizar está apresentando aos funcionários uma proposta de renovação do acordo de redução de jornada e salário nos mesmos termos que o acordo atual, para os próximos 3 meses. A medida proposta serve para afrontar a grave crise que estamos vivendo no setor de fabricação de ônibus”, expôs Mikel.

Ele aproveitou para falar sobre o atual momento da Irizar Brasil frente à crise econômica. “Estamos provavelmente no momento mais complicado da crise, e esperamos ter uma melhora para o ano que vem”, enfatizou o executivo ao Acontece Botucatu.

Na prática, com a continuidade da redução, os empregados trabalham com semanas alternadas, sendo que em uma folgam na quinta e sexta feira, na outra apenas na sexta feira. A medida faz que com a meta de 25% seja atingida.

“Essa medida vai terminar agora no dia 02 de novembro. A empresa já procurou o Sindicato e estamos conversando para que a gente realize uma assembleia com os trabalhadores, para aceitação ou não dessa renovação de redução, digamos assim. Vamos fazer essa assembleia, ouvir os funcionários, pois poucos carros estão sendo produzidos. Essa votação na próxima semana vai definir a situação”, colocou José Carlos Lourenção, diretor do Sindicato dos Metalúrgicos de Botucatu.

Atualmente a Irizar mantém 420 pessoas empregadas em Botucatu, sendo que 100 funcionários estão nas unidades da empresa no exterior, como na matriz Espanha e filiais no México e Marrocos. Caso a redução na jornada de trabalho e salário não seja aprovada em assembleia, as consequências poderão ser mais graves.

“Eu vejo que se a redução não for renovada, a empresa não terá condições de manter esses trabalhadores. A produção é baixa e a situação fica cada dia mais complicada. Os trabalhadores estão conscientes dessa situação”, disse Miguel da Silva, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos.

Na última terça-feira, dia 25, Irizar e Sindicato se reuniram pela primeira vez para tratar da provável renovação na jornada de trabalho. Entre 2014 e 2015 a empresa que fabrica ônibus rodoviários tinha uma produção de 3 carros ao dia. Atualmente a não passa de um veículo fabricado por dia.



CAIO CONTINUA COM JORNADA REDUZIDA




A Caio Induscar também adotou a redução de 25% na jornada e salário como medida preventiva para combater a crise. A prática teve início no dia 10 de outubro e é válida por 3 meses. Durante esse período, os funcionários terão estabilidade de seus empregos.

Para minimizar os impactos da redução salarial, os colaboradores que têm direito, terão adiantamento do 13º salário (15% no final de outubro, 35% no final de novembro e os 50% restantes em dezembro de 2016). Também serão mantidos benefícios como plano de saúde, alimentação na empresa e transporte.

Antes da redução, aproximadamente 120 funcionários foram dispensados da empresa e as rescisões foram feitas neste mês pelo Sindicato dos Metalúrgicos. Em 2014 a Caio –Induscar tinha uma produção de 35 carrocerias por dia. Atualmente a empresa emplaca apenas 12 carrocerias na linha de produção.

“Assim como outros segmentos, o de ônibus sofreu o impacto da instabilidade política e econômica do país, resultando numa diminuição drástica de nossa demanda de produção. Não temos previsão de melhora, pois dependemos muito de decisões governamentais, principalmente sobre condições de compra, como financiamentos, juros e tarifas de ônibus”, disse recentemente ao Acontece Botucatu o diretor industrial da Caio Induscar, Maurício Lourenço da Cunha.


JORNAL ACONTECE BOTUCATU

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não tema! Diga sua verdade... No final, é sempre ela que prevalece!!!

AS POSTAGENS MAIS ACESSADAS!!! PARA LER QUALQUER UMA DELAS, BASTA CLICAR NA MANCHETE DA NOTÍCIA!

Arquivo do blog

ATENÇÃO!

As matérias assinadas são de total responsabilidade de seus autores.